Imposto de Renda 2022: Despesas médicas precisam ser declaradas?

Saiba como e quando colocar gastos com consultas, exames e remédios na declaração. Prazo vai até 29 de abril.

A declaração do imposto de renda pede uma série de dados todos os anos, e as pessoas costumam ter muita dúvida do que precisa e do que não precisa colocar lá. Uma delas é sobre as despesas médicas, como consultas, exames e remédios.

A resposta certa é que tem, sim, que declarar consultas e exames, além do plano de saúde, que você pagou no ano passado. Já os remédios, não.

Existem dois modelos de declaração: o simples e o completo.

No simples, o contribuinte recebe um "desconto" de 20% na base de cálculo do imposto. Quer dizer que 20% do que seria tributável fica isento.

Já no completo, são usados os descontos legais: os gastos com saúde e educação são tirados da base de cálculo.

Na prática, a declaração é a mesma: você preenche tudo e só escolhe o modelo no final.

Pra quem não teve muitos gastos com educação e saúde, o modelo simples costuma ser o mais vantajoso por causa do desconto.

E o completo é melhor para quem teve muitas despesas desse tipo.

Se você declarar pelo simples, o que você colocar lá como despesa de saúde não vai alterar o valor da sua restituição (ou do que você ainda vai ter que pagar). Mas, mesmo assim, a Receita pede que você declare!

Isso porque o fisco "combina" os dados das declarações para pegar os sonegadores. Se você declarar que pagou, mas do outro lado ninguém declarar que recebeu, essa pessoa, ou empresa, vai pra malha fina!

Agora, um alerta: você só pode colocar na declaração - seja no modelo simples ou no completo - as despesas que teve com saúde se você tiver um comprovante do que pagou. Se não tiver nada, quem pode ir para a malha fina é você.

E um detalhe: tem que declarar também os reembolsos que você recebeu de plano de saúde. É a hora de chamar o plano e pedir o extrato específico para o IR.

Entrega da declaração

A declaração e entrega do IR 2022 poderá ser feita e entregue, de acordo com o Fisco:

- pelo computador, por meio do Programa Gerador da declaração (PGD) relativo ao exercício de 2022, disponível no sítio da Receita Federal;

- na página do próprio Fisco, pelo navegador de internet (com certificado digital);

- pelo serviço Meu Imposto de Renda, disponível para tablets e smartphones.

A comprovação da apresentação da declaração do IR é feita por meio de recibo gravado depois da transmissão, no computador, em mídia removível ou no dispositivo móvel que contenha a declaração transmitida.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/imposto-de-renda/noticia/2022/03/07/despesas-medicas-precisam-ser-declaradas-veja-video.ghtml