Ioga é campeã na luta contra o estresse no trabalho, diz estudo

A concentração é parte essencial da aula de ioga, que ajuda a desfocar dos problemas e devolve à mente um estado de paz e calma

A ioga é imbatível contra o estresse relacionado ao trabalho. Essa foi a conclusão de uma meta-análise publicada no Journal of Occupational Health, que reuniu estudos comparando a prática a outras técnicas, como massagem terapêutica, relaxamento muscular progressivo e alongamento.

No estudo, foram avaliados 688 profissionais de saúde, conhecidos por estarem sob constante pressão. A massagem alcançou uma boa pontuação na tarefa de desestressar, mas nada se comparou aos ganhos proporcionados pela ioga.

Aliás, não é a primeira vez que a prática tem seus benefícios exaltados pela ciência.

O estresse ativa o cortisol e a adrenalina, um hormônio que deixa a gente pronto para atacar ou se defender. Há estudos que apontam a queda dos níveis dessa substância no corpo imediatamente após uma aula.

Em experiência com mais de 800 participantes, cientistas europeus já observaram também que quem se dedica à atividade com frequência tem níveis menores do fator nuclear kappa b. Sendo assim, ele é usado para controlar um gene relacionado à produção da citocina, outra substância que aparece no corpo em períodos de alto estresse.

A respiração, que é ponto central em qualquer modalidade da ioga, está relacionada diretamente ao sistema nervoso – mais um ponto que faz a conexão da prática com o manejamento do nervosismo.

O que a ioga tem de especial?

Há diversos tipos de ioga, mas todos eles têm como essência o trabalho da concentração. Está aí uma das explicações para a prática ser tão eficiente no combate ao estresse. Outro benefício da ioga é ser democrática.

Pode ser à distância?

A pandemia disparou a ansiedade em muitas pessoas, que acabaram buscando a ioga e a meditação como formas de aliviar a tensão. Com a possibilidade de fazer aulas à distância, muitos arriscaram suas primeiras posições pela primeira vez na sala de casa.

Fonte: Saúde Abril.